Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Química
  3. Química nuclear
  4. Bombas radioativas: proteja-se!

Bombas radioativas: proteja-se!

As bombas radioativas são bombas nucleares que causam efeitos catastróficos sobre os organismos vivos.

Quais exatamente são os efeitos das bombas radioativas sobre organismos vivos?
Para esclarecer esse assunto precisamos recorrer à química da composição.

Reações químicas que ocorrem dentro de uma bomba:

Quando falamos em bomba radioativa, referimo-nos às bombas nucleares, atômicas etc., não importa o termo usado, o que importa é entender o que se passa no interior desses dispositivos.

A força destrutiva de uma bomba está na radiação ionizante do material contido nela. Tal radiação provém de isótopos radioativos, que nada mais são que átomos simples que se degradam com o tempo.

A radiação ionizante (partículas alfa e beta, raios gama e raios-X...) presente no interior da bomba possui energia suficiente para extrair um elétron de dentro do orbital para fora do átomo. A perda de um elétron afeta o equilíbrio entre prótons e elétrons desse átomo, o que causa sua ionização.

A presença de elétrons livres implica em mais colisões com outros átomos, numa reação em cadeia. Dessa forma, mais íons serão formados, e se isso acontece no corpo de uma pessoa, o íon pode causar vários danos. Vejamos quais:

Efeitos da radiação em organismos

A carga elétrica presente em um íon pode ocasionar reações químicas anormais dentro das células de nosso corpo, como, por exemplo, a quebra das cadeias de DNA. A célula, uma vez quebrada (danificada), morre.

No contato com a radiação pode ocorrer tanto a quebra da fita de DNA como uma mutação na mesma. Ambos os efeitos são prejudiciais, pois o dano em muitas células implica no aparecimento de várias doenças. O câncer é um triste exemplo de enfermidade causada pela mutação em células.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Por Líria Alves
Graduada em Química

Por que devemos nos proteger da radiação?
Por que devemos nos proteger da radiação?
Publicado por: Líria Alves de Souza

Assuntos Relacionados