Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Química
  3. Química Ambiental
  4. Cério no combate à poluição

Cério no combate à poluição

O Cério é o segundo elemento da série dos lantanídeos e pertence ao grupo 3 da tabela periódica. Muitos confundem o Cério com o Césio, se parecem apenas no nome, pois produzem efeitos contrários. Enquanto algumas formas do Césio poluem o ambiente, o Cério por sua vez pode ser a salvação para eliminar os poluentes derivados do petróleo.

Existe uma estimativa de que óxidos de Cério podem diminuir em até 80 % a emissão de gases de motores a combustão. Essa afirmação é baseada em estudos realizados na França: quando se adiciona um volume de Cério ao combustível, este catalisa a queima dos gases poluentes, ou seja, acelera a combustão para não aparecer a fuligem, que é a principal responsável pela poluição no transporte.

Na fuligem estão presentes os chamados elementos particulados, esses são os responsáveis pelas doenças respiratórias de indivíduos que são expostos diariamente a esse tipo de poluição. E o pior é que o principal combustível poluente é o óleo diesel, que abastece ônibus urbanos. Esse combustível pode transmitir mais de 200 mg de elementos particulados a cada quilômetro rodado, enquanto que a gasolina emite apenas cerca de 20 mg, ou seja, 10 vezes menos.

A melhor notícia é que basta um pouco do componente óxido de cério para realizar a tarefa. Durante a vida útil de um carro bastaria apenas pouco mais de 1 quilo de óxido de Cério para garantir que o veículo não emitisse tantos compostos poluentes. O ideal seria um equipamento acoplado no carro que fornecesse o composto de forma moderada para uma melhor absorção pelo combustível.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)
Publicado por: Líria Alves de Souza

Assuntos Relacionados