Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Química
  3. Química Inorgânica
  4. Classificação e nomenclatura dos sais

Classificação e nomenclatura dos sais

“A classificação principal dos sais é feita de acordo com os tipos de íons que os compõem e a sua nomenclatura baseia-se também nessa classificação.”

Os sais são compostos inorgânicos que em solução aquosa dissociam-se e formam íons. Destes, pelo menos um cátion não é o H+ e pelo menos um ânion não é o OH-. Além disso, um sal é formado por uma reação de neutralização entre um ácido e uma base. O elemento que forma o cátion do sal vem da base, e o elemento que forma o ânion do sal é proveniente do ácido.

Em virtude dessa definição e origem, a classificação dos sais é realizada de acordo com a natureza ou tipo de íons que os contituem. Dessa forma, os sais inorgânicos são classificados em neutros, ácidos (hidrogenossal), básicos (hidroxissal), duplos (mistos), hidratados e alúmens.

1 - Sal neutro ou normal: Com apenas um cátion e um ânion, ele é resultado de uma reação entre uma base e um ácido fortes ou entre uma base e um ácido fracos.

Exemplos:

  • NaCl: cátion → Na+ (vem do hidróxido de sódio, NaOH, uma base forte);
    ânion → Cl- (vem do ácido clorídrico, HCl, um ácido forte).

  • Na2SO4: cátion → Na+ (vem do hidróxido de sódio, NaOH, uma base forte);
    ânion → SO42- (vem do ácido sulfúrico, H2SO4, um ácido forte).

  • NH4CN: cátion → NH42+ (vem do hidróxido de amônio, NH4OH, uma base fraca);
    ânion → CO3-2 (vem do ácido cianídrico, HCN, um ácido fraco).

Esses sais são chamados de neutros porque, quando eles são adicionados à água, o pH do meio não sofre nenhuma alteração. Além disso, eles não liberam em solução aquosa cátion H+, que indica acidez, e nem ânion OH-, que indica basicidade.

2 - Sal ácido ou hidrogenossal: Esse tipo de sal é formado a partir de um ácido forte e uma base fraca, assim, em meio aquoso, ele diminui o pH da água, que fica menor que 7 (solução ácida), pois o cátion proveniente da base sofre hidrólise e há a formação dos íons H+ (ou H3O+).

Exemplos:

  • NH4Cl(s): cátion → NH42+ (vem do hidróxido de amônio, NH4OH, uma base fraca);
    ânion → Cl- (vem do ácido clorídrico, HCl, um ácido forte).

  • Al2(SO4)3: cátion → Al3+ (vem do hidróxido de alumínio, Al(OH)3, uma base fraca);
    ânion → SO42- (vem do ácido sulfúrico, H2SO4, um ácido forte).

  • NH4NO3: cátion → NH42+ (vem do hidróxido de amônio, NH4OH, uma base fraca);
    ânion → NO3- (vem do ácido nítrico, HNO3, um ácido forte).

3 - Sal básico ou hidroxissal: A formação desse sal é o contrário da anterior, isto é, ele é formado a partir de uma base forte e um ácido fraco, de modo que, em meio aquoso, forma íons hidroxila (OH) que tornam a solução básica (pH > 7).

Exemplo:

  • NaOOCCH3:

    Cátion → Na+ (vem do hidróxido de sódio, NaOH, uma base forte);
    Ânion → CH3COO– (vem do ácido etanoico, CH3COOH, H2CO3, um ácido fraco).

    No exemplo acima, o ânion acetato (CH3COO) hidrolisa-se em meio aquoso e forma o ácido acético e íons hidroxila (OH), o que torna a solução básica.

4. Sal Misto ou Duplo: Possui dois tipos de cátions e dois tipos de ânions diferentes do H+ e do OH-. Eles são provenientes de uma reação de neutralização parcial.

Exemplos:

  • KNaSO4: cátions →K+ e Na+; ânion → SO42-;

  • CaClBr: cátion → Ca+; ânions → Cl- e Br-;

  • Ca(NO3)Br: cátion → Ca+; ânions → NO3- e Br-.

5. Sal Hidratado: São aqueles que apresentam moléculas de água em sua estrutura cristalina sólida. Isso porque alguns sais são higroscópicos, ou seja, possuem a capacidade de absorver facilmente a água do ambiente.

Exemplo: CuSO4 . 5 H2O

6. Alúmen: São sais formados por dois cátions — um monovalente (com carga +1) e outro trivalente (com carga +3) —, um único ânion (o sulfato (SO42-)) e água de cristalização.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Exemplo: KAl(SO4)2 . 12 H2O

Essa classificação dos sais é importante para a realização de sua nomenclatura, pois esta seguirá regras específicas para cada uma dessas classificações. Veja como é feita a nomenclatura dos sais inorgânicos:

1- Sais neutros:

Nome do ânion + de + nome do cátion

Exemplos:

NaCl = ânion (Cl- - cloreto) + de + cátion (Na+ - sódio) = cloreto de sódio;
Na2SO4= ânion (SO42- - sulfato) + de + cátion (Na+ - sódio) = sulfato de sódio;
CaCO3 = ânion (CO32- - carbonato) + de + cátion (Ca+ - cálcio) = carbonato de cálcio.

Quando o cátion pode adquirir mais de uma valência, basta indicar isso por números romanos ou acrescentar o sufixo “oso” para o de menor valência e o sufixo “ico” para o cátion de maior valência.

Exemplos:

FeSO4= sulfato de ferro II (ou sulfato ferroso);
Fe2(SO4)3 = sulfato de ferro III (ou sulfato férrico).

2- Sais duplos:

A única diferença é o acréscimo no final do nome dos dois cátions em vez de só um. No caso dos sais duplos que possuem dois ânions, coloca-se o nome dos dois no início.

Exemplos:

KNaSO4 = sulfato de sódio e potássio;

CaClBr = cloreto brometo de cálcio;

MgNO3Br = nitrato brometo de magnésio.

3- Hidrogenossais ou quando há hidrogênios na fórmula:

Prefixo que indica + hidrogeno + nome do ânion + de + nome do cátion
o número de hidrogênios                                                                                        
ligados ao ânion                                                                                      

Exemplos:

* NaHCO3 = monohidrogenocarbonato de sódio ou hidrogenocarbonato de sódio (seu nome no cotidiano é bicarbonato de sódio).
- Só possui um hidrogênio ligado ao ânion, então o prefixo é : mono (esse prefixo é o único que é opcional);
- hidrogeno;
- ânion = CO32- = carbonato;
-cátion = Na+ = sódio.

*FeHPO4 = monohidrogenofosfato de ferro ou hidrogenofosfato de ferro;
* KH2PO4 = di-hidrogenofosfato de potássio.

4- Hidroxissais ou quando há OH na fórmula:

Prefixo que indica + hidroxi + nome do ânion + de + nome do cátion
o número de hidroxilas               de hidrogênios                                        

Exemplos:

BaOHCl = monohidroxicloreto de bário;
Cu2(OH)2SO4 = di-hidroxisulfato de cobre II.

5. Sal Hidratado e alúmen:

Nome do sal         +         Prefixo que indica + hidratado
segundo as regras                 a quantidade de                          
anteriores                       moléculas de água                 

Exemplos:

*Sais hidratados:
CuSO4 . 5 H2O = sulfato de cobre II penta-hidratado;
CaCl2 . 2 H2O = cloreto de cálcio di-hidratado.

* Alúmen:
KAl(SO4)2 . 12 H2O = sulfato de potássio e alumínio dodeca-hidratado (conhecido popularmente como pedra-ume).

Publicado por: Jennifer Rocha Vargas Fogaça
Existem vários tipos de sais inorgânicos que precisam ser classificados em grupos específicos para serem estudados
Existem vários tipos de sais inorgânicos que precisam ser classificados em grupos específicos para serem estudados
Artigo relacionado
Teste agora seus conhecimentos com os exercícios deste texto
Assista às nossas videoaulas

Assuntos Relacionados