Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Química
  3. Química Orgânica
  4. Compostos Orgânicos
  5. Conceito e Nomenclatura das Oses

Conceito e Nomenclatura das Oses

As oses são as unidades básicas dos glicídios, ou carboidratos, que não hidrolisam.

Esse grupo também é denominado monossacarídeo por conter em sua estrutura apenas um grupo poliol-aldeído ou poliol-cetona. Se o grupo for poliol-cetona, chamamos o monossacarídeo de cetose; mas se for um poliol-aldeído, seu nome será aldose.

A nomenclatura das oses segue as regras especificadas no esquema a seguir:

Regras de nomenclatura das oses.
Regras de nomenclatura das oses.

Veja os exemplos a seguir:

Exemplos de nomenclatura de oses.
Exemplos de nomenclatura de oses.

Observe que, nos exemplos citados, apenas quando o infixo começa com a letra “h” é que não se junta com o prefixo; é necessário colocar o hífen.

Outro ponto que pode ser notado é que os isômeros da glicose e da frutose estão escritos de forma simplificada; porém, é possível simplificar mais ainda as fórmulas estruturais das oses. Além de substituir a cadeia carbônica por um traço ou linha vertical, como nos exemplos anteriores, outra alteração é representar a ligação dos carbonos com os grupos hidroxilas por traços horizontais – já as ligações com os hidrogênios ficam subtendidas e somente as das extremidades são representadas por traços horizontais. E, por último, o grupo cetona ou aldeído é representado por um círculo.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Aplicando essas regras de simplificação das fórmulas estruturais das oses, temos:

Simplificação das fórmulas estruturais de duas oses: a glicose e a frutose.
Simplificação das fórmulas estruturais de duas oses: a glicose e a frutose.

A glicose é um exemplo de composto do grupo das oses que está presente em uvas e em vários frutos.
A glicose é um exemplo de composto do grupo das oses que está presente em uvas e em vários frutos.
Publicado por: Jennifer Rocha Vargas Fogaça

Assuntos Relacionados