Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Química
  3. Química Ambiental
  4. Degradar e biodegradar

Degradar e biodegradar

Qual a diferença entre degradação e biodegradação de um material? Através do nome podemos perceber que esse último se relaciona com a ação de organismos vivos, vejamos:

Degradar: processo pelo qual grandes moléculas são quebradas em moléculas menores (fragmentos moleculares).

Um exemplo de ação degradável ocorre nos filmes rígidos. Esses materiais são resistentes até que sofram ação oxidativa (incorporação de oxigênio nos fragmentos moleculares), e então se tornam fragilizados e podem ser facilmente rompidos.

A degradação pode ser resultado da ação de calor, umidade, exposição ao sol (raios UV), e acelerada pelo manuseio intenso do material (uso frequente).

Biodegradar: processo no qual organismos vivos utilizam materiais como uma fonte de energia ou alimento. Micro-organismos como bactérias, fungos e algas, convertem o material em biomassa, dióxido de carbono e água. As células dos micro-organismos encontram nesse alimento uma fonte de carbono para o crescimento.

Podemos abordar este conceito para plásticos:

Plástico Biodegradável: a degradação é resultado da ação de micro-organismos naturais como bactérias, fungos e algas. Esse tipo de plástico é considerado ecologicamente correto, uma vez que não se acumula no meio ambiente.

Plástico Degradável: se degrada em razão das modificações em sua estrutura química sob condições ambientais específicas, quando como, por exemplo, quando colocamos uma sacola plástica exposta ao sol. A temperatura favorece a degradação do material, plásticos são sensíveis a ação do calor.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Veja mais!
Oxibiodegradação

Filme rígido passa por degradação oxidativa.
Filme rígido passa por degradação oxidativa.
Publicado por: Líria Alves de Souza

Assuntos Relacionados