Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Química
  3. Química Orgânica
  4. Descobertas da Química orgânica

Descobertas da Química orgânica

Se fôssemos descrever aqui todas as descobertas que levaram a Química orgânica ao que ela é hoje, não teríamos linhas suficientes. Para ser reconhecida como uma das mais importantes áreas científicas e de grande interesse comercial e econômico, a química dos compostos do carbono teve de contar com a ajuda de vários gênios da ciência.

A começar pela descoberta da isomeria em 1884, através de Louis Pasteur. Pasteur pesquisava resíduos de vinho nos barris e constatou a presença de ácido racêmico. De acordo com o seu conhecimento, este ácido era idêntico ao ácido tartárico, e com a ajuda de um microscópio, ele pode constatar que as duas substâncias possuíam cristais com imagens idênticas. Pasteur determinou que ambos os compostos, ácido tartárico e racêmico, eram ativos óticos, isto é, giravam a luz polarizada na mesma quantidade, embora em direções diferentes. Esta descoberta foi um grande passo para o estudo da geometria molecular.

Outra grande colaboração para a Orgânica veio por meio das mãos de Friedrish Kekule (químico alemão), no ano de 1860. Kekule realizava seus estudos da fórmula estrutural do benzeno (C6H6), só que ainda não havia encontrado uma estrutura satisfatória para o composto, foi quando teve um belo sonho. Ele sonhou que átomos se comportavam como cobras dançando em sua volta, formando um círculo.

Logo que acordou, surgiu a grande ideia: a estrutura para o benzeno será em forma de anel. E é por este motivo que temos a estrutura como ela é hoje:

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Veja mais!
Louis Pasteur e a Estereoquímica

Publicado por: Líria Alves de Souza

Assuntos Relacionados