Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Química
  3. Química Ambiental
  4. Detergente ou sabão: qual polui mais?

Detergente ou sabão: qual polui mais?

A limpeza que você realiza dentro de casa pode gerar graves conseqüências fora dela. Mas como assim? A maioria dos produtos usados para higiene doméstica é responsável por poluir rios, lagos e mares, salvo os biodegradáveis que não se acumulam na natureza.

Tudo começa quando você abre a torneira da pia e começa a lavar a louça, toda aquela espuma característica de detergentes pode parecer bonita naquele momento, mas se torna “horripilante” quando depositada em rios. Como exemplo temos o Rio Tietê, localizado na cidade de São Paulo, você já reparou naquelas densas espumas escuras? Elas são provenientes de detergentes e materiais orgânicos.

Mas qual a explicação química para este acúmulo na natureza?

Os resíduos de sabão sofrem decomposição pelos microorganismos existentes na água dos rios, sendo assim se tornam biodegradáveis, ou seja, não poluem o meio ambiente. Os detergentes por sua vez se acumulam nos rios formando uma camada de espuma.

Na água existem microorganismos produzindo enzimas capazes de quebrar as moléculas de cadeia carbônica linear que caracterizam os sabões. Essas enzimas não reconhecem as cadeias ramificadas presentes nos detergentes, e por isso eles permanecem na água sem sofrer decomposição, o que ocasiona a poluição.

As espumas de poluição são conhecidas como "cisnes-de-detergentes", elas impedem a entrada de gás oxigênio na água, o que afeta as formas aeróbicas aquáticas. Além disso,
as penas das aves cujo habitat natural é nas beiras de rio, passam por uma triste conseqüência: em contato com os detergentes elas perdem a secreção oleosa que as impermeabiliza impedindo-as de molhar, se as penas se molham ao entrar em contato com a água, as aves tendem a se afundar e consequentemente morrerem afogadas.
Espuma característica da poluição.
Espuma característica da poluição.
Publicado por: Líria Alves de Souza

Assuntos Relacionados