Dissociação das bases

A dissociação das bases é um processo físico em que essas substâncias liberam cátions e ânions quando submetidas à dissolução em água ou ao processo de fusão.

Dissociação das bases
O hidróxido (OH) é o ânion liberado em toda dissociação de bases

A dissociação das bases é um fenômeno físico que ocorre sempre que essas substâncias são adicionadas à água ou são submetidas ao processo de fusão (passagem do estado físico sólido para o líquido).

Durante a dissolução em água, ou na fusão, o fenômeno da dissociação das bases acontece porque esses compostos são iônicos (formados por ligação iônica) e, por isso, apresentam o ânion hidróxido interagindo com:

  • Um metal (Y) qualquer;

  • O cátion amônio (NH4+);

A forma de representar a dissociação de uma base é feita por meio de equações:

Equação representando uma base sendo dissolvida
Equação representando uma base sendo dissolvida

Equação representando uma base sendo dissolvida
Equação representando uma base sendo dissolvida

No lado direito dessas equações, sempre aparecem o cátion (do elemento que pertence à base) e o ânion OH, seja no caso da dissolução, seja na fusão.

Um detalhe interessante é que a dissociação das bases é muito utilizada para indicar a força dessas substâncias, ou seja, a capacidade que elas possuem de liberar muitos ou poucos íons, característica que está diretamente relacionada com a capacidade de conduzir corrente elétrica. Dessa forma, temos:

  • Quanto mais a base liberar íons (base denominada forte), maior a corrente elétrica conduzida;

    Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)
  • Quanto menos a base liberar íons (base denominada fraca), menor a corrente elétrica conduzida;

Para saber se a dissociação da base liberará muitos ou poucos íons, devemos adotar duas referências importantes:

1ª Conhecer a família do elemento químico:

  • Base forte: Metal alcalino ou alcalinoterroso;

Observação: O magnésio é um elemento químico que forma base fraca.

  • Base fraca: Qualquer outro metal.

Exemplo 1: Hidróxido de cálcio [Ca(OH)2] é uma base forte por apresentar o metal alcalinoterroso cálcio.

Exemplo 2: Hidróxido de alumínio [Al(OH)3] é uma base fraca por apresentar um metal que não pertence às famílias dos metais alcalinos e alcalinoterrosos.

2ª Conhecer o grau de dissociação (α) da base:

O grau de dissociação é um dado matemático que indica a relação entre a quantidade de partículas dissociadas da base, pelo seu número total, em porcentagem:

α = número de partículas dissociadas
      Número de partículas total

Assim, se:

  • α ≥ 5% = Base forte

  • α < 5% = Base fraca

Exemplo 1: Hidróxido de sódio (NaOH), α = 80%, é uma base forte por apresentar alfa maior que 5%.

Exemplo 2: Hidróxido de titânio IV [Ti(OH)4], α = 0,6%, é uma base fraca por apresentar alfa menor que 5%.

Assuntos Relacionados