Hidretos

Conceito de hidretos

Existem dois tipos de hidretos: os hidretos iônicos e os hidretos moleculares. Veja as diferenças entre esses dois grupos:

  • Hidretos Iônicos: são aqueles em que o hidrogênio está ligado a um metal por meio de uma ligação iônica e possui carga igual a -1.

Esse tipo de hidreto é sólido em condições ambientes (25°C e 1 atm). Alguns exemplos de hidretos iônicos são: KH (hidreto de potássio), CaH2 (hidreto de cálcio) e LiH (hidreto de lítio).

Esses compostos reagem violentamente com a água, originando soluções básicas com liberação de gás hidrogênio (H2):

1KH + 1H2O → 1KOH + 1H2 (g)

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

1CaH2 + 2H2O → 1CA (OH)2 + 2H2 (g)

1LiH + 1H2O → 1LiOH + 1H2 (g)

Um exemplo da utilização dos hidretos metálicos é no bote salva-vidas, que possui uma pequena quantidade de hidreto em seu interior que, ao entrar em contato com a água, libera o gás hidrogênio, que infla o bote para que ele possa boiar.

  • Hidretos Moleculares ou Covalentes: são aqueles em que o hidrogênio está ligado a um ametal ou semimetal por meio de uma ligação covalente e possui carga igual a +1.

Exemplos de hidretos covalentes: HF, H2S, CH4, H2O, NH3.

O bote salva-vidas é um exemplo de aplicação de hidretos iônicos
O bote salva-vidas é um exemplo de aplicação de hidretos iônicos
Publicado por: Jennifer Rocha Vargas Fogaça
Assista às nossas videoaulas

Assuntos Relacionados