Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Química
  3. Físico-Química
  4. Equilíbrio Químico
  5. Hidrólise salina para ácido forte e base fraca

Hidrólise salina para ácido forte e base fraca

Na hidrólise salina entre um ácido forte e uma base fraca, apenas o cátion do sal interage com o ânion da água, formando uma base fraca.

Exemplos de sais que sofrem hidrólise salina de ácido forte com base fraca
Exemplos de sais que sofrem hidrólise salina de ácido forte com base fraca

A hidrólise salina de um ácido forte e uma base fraca ocorre quando um sal (YX) é adicionado à água, e, após a sua dissociação, seu cátion (Y+) interage com o ânion hidróxido (OH-) da água. Portanto, nesse caso, não há a interação entre o ânion (X-) do sal com o cátion hidrônio (H+).

Existe apenas a interação do cátion do sal com o ânion da água porque a hidrólise só acontece entre um íon de característica fraca do sal com um íon da água. Como estamos tratando da hidrólise salina de um ácido forte e uma base fraca, isso quer dizer que o sal utilizado apresenta as seguintes características:

  • Cátion capaz de formar uma base fraca, ou seja, é um elemento que não pertence às famílias IA e IIA (com exceção do magnésio) e, por isso, sofre hidrólise;
  • Ânion capaz de formar um ácido forte, portanto, não sofre hidrólise.

Obs.: Formam ácidos fortes os ânions simples como o cloreto (Cl-), o brometo (Br-) e o iodeto (I-); e os ânions oxigenados sulfato (SO4-2), nitrato (NO3-), pirofosfato (P2O7-4); os halogenados como clorato (ClO3-) e perclorato (ClO4-); ânions com crômio (dicromato, Cr2O7-2, e o cromato, CrO4-2), ou manganês (maganato, MnO4-2, e permanganato, MnO4-1).

Portanto, quando vamos representar a equação química de uma hidrólise salina de um ácido forte e uma base fraca, podemos seguir um dos padrões propostos a seguir:

YX + H2O→YOH + H+ + X-

ou

Y + H2O→YOH + H+

Obs.: Como na hidrólise salina entre um ácido forte e uma base fraca, sempre existe a presença de cátions hidrônio no meio, logo o pH é sempre inferior a 7, isto é, é um meio ácido.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Exemplo da hidrólise salina entre um ácido forte e uma base fraca

O sal sulfato de alumínio [Al2(SO4)3], quando adicionado à água, sofre a seguinte dissociação:

Al2(SO4)3 + H2O→ 2Al+3+ 3SO4 -2

Assim, ele libera:

  • Cátion alumínio (Al+3), que é capaz de formar base fraca (por ser da família IIA);
  • Ânion sulfato (SO4 -2), que forma um ácido forte.

Portanto, nesse exemplo, ocorre uma hidrólise salina de um ácido forte e base fraca, pois o cátion (Al+3) do sal interage com ânion hidróxido (OH-) da água e forma a base Al(OH)3]. Além disso, o ânion (SO4-2) do sal não interage com o cátion hidrônio (H+) da água.

A equação química que representa a hidrólise desse sal, com componente de ácido forte e base fraca, é:

1 Al2(SO4)3 + 6 H2O→ 2 Al(OH)3 + 3 H+ + 3 SO4-2

ou

2 Al+3 + 6 H2O→ 2 Al(OH)3 + 3 H+

Fórmula para o cálculo da constante de hidrólise salina para ácido forte e base fraca

Como na hidrólise salina entre ácido forte e base fraca, a água é o meio fundamental (constante), e na solução final teremos as presenças de base fraca, do cátion hidrônio e do cátion do sal (comum à base), assim:

Y+ + H2O → YOH + H+

Podemos montar, então, a constante do equilíbrio químico de hidrólise (Kh) a partir da equação de acima:

Kh = [base fraca].[H+]|
        [cátion]

Essa expressão pode ser escrita ainda da seguinte forma, se forem levadas em consideração a constante de ionização da água e a constante de dissociação da base:

Kh = [Kw]
         [Kb]

Assuntos Relacionados