Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Química
  3. Curiosidades Químicas
  4. Mecanismo dos Airbags

Mecanismo dos Airbags

O airbag é um dispositivo destinado a proteger motoristas e passageiros em caso de colisão do veículo. Ele retém o movimento dos ocupantes para frente durante as fortes colisões, fornecendo uma proteção adicional e reduzindo os riscos de ferimentos na cabeça e no tórax.

Funcionamento do airbag

Para que o dispositivo seja acionado, o carro conta com os equipamentos:

- sensores localizados no para-choque do automóvel;

- bolsa plástica (batizada de airbag) com capacidade para 70 litros de gás, que fica acondicionada dentro do ponto central do volante de direção, esta contém substâncias químicas reagentes entre si.

Antes que ocorra o impacto, os sensores já transmitem um impulso elétrico (faísca) que causa a detonação da reação química, esta é a grande responsável por inflar a bolsa plástica. Alguns centésimos de segundo depois, o airbag está completamente inflado.

Quais seriam os reagentes neste processo?
O sistema é acionado quando o componente azida de sódio (NaN3) é aquecido a mais de 300°C. Esta substância é então decomposta em nitrogênio, inflando o airbag.

Equação do processo químico: 

           ?
NaN3 → 2 Na + 3 N2
O triângulo representa o aquecimento necessário ao processo.

Lei aprova o uso do airbag

Uma nova Lei foi divulgada em fevereiro de 2009, nela o airbag passa a ser obrigatório nos carros nacionais e importados comercializados no Brasil. A partir de 2014 todo veículo deverá sair de fábrica com duplo airbag frontal.

O airbag é um complemento ao uso do cinto de segurança, ou seja, mais um item indispensável nos carros. Sendo assim, um não dispensa o uso do outro.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)
Airbag: proteção adicional aos passageiros.
Airbag: proteção adicional aos passageiros.
Publicado por: Líria Alves de Souza

Assuntos Relacionados