Metanol

O metanol é usado como combustível de aviões a jato e em certos carros de corrida e aeromodelos que funcionam com motores à explosão
O metanol é usado como combustível de aviões a jato e em certos carros de corrida e aeromodelos que funcionam com motores à explosão

O metanol, carbinol ou álcool metílico é um dos principais compostos do grupo orgânico dos Álcoois. Suas fórmulas químicas moleculares e estruturais estão representadas abaixo, e ele possui ponto de fusão igual a -97 ºC e ponto de ebulição de 64,7ºC.

Fórmulas químicas do metanol

Sua solubilidade em água é infinita, pois, por possuir moléculas pequenas, com o grupo OH – grupo característico dos álcoois – suas moléculas formam ligações de hidrogênio com a água.

O metanol é também bastante tóxico e corrosivo. Ao ser ingerido ele pode causar cegueira, mesmo em pequenas doses, e até a morte. Um exemplo que ilustra bem esse caso é o que ocorreu em Salvador, em 1999, quando 40 pessoas morreram por ingerir aguardente de produção clandestina que estava contaminada com metanol. Os sintomas que eles sentiram antes de morrer foram dor de cabeça, hipertensão e vertigem.

Venda clandestina de bebidas contaminadas com metanol leva à morte

O metanol é usado como matéria-prima do formaldeído (usado na produção do formol), como solvente em processos de obtenção de produtos de origem animal e vegetal, como solvente de tintas e vernizes, em perfumaria (com o nome de essência colonial), na produção de biodiesel, no preparo de medicamentos e, principalmente, como combustível de motores à explosão, como aviões a jato e carros de corrida.

Inclusive, um fato interessante é que, por um tempo, quando a produção de etanol era pequena no Brasil, importou-se o metanol dos Estados Unidos, para ser usado como aditivo da gasolina. Ele recebia um corante rosado para se diferenciar. O inconveniente do seu uso é que ele corrói o aço e, conforme dito, ele é muito tóxico.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

O metanol também é conhecido como álcool da madeira, pois por muito tempo a única forma de sua obtenção era por meio da destilação da madeira. O primeiro a realizar esse método foi Robert Boyle (1627-1691), em 1664. Ele chamou tal processo de espírito da madeira, que é destilada a seco em retortas em ausência de ar, em temperaturas muito elevadas, aproximadamente 400ºC e, por fim, obtêm-se quatro frações nos três estados de agregação. Porém, esse método de produção não é mais usado, principalmente porque, conforme pode ser visto abaixo, não é econômico.

Obtenção do metanol pela destilação da madeira

Hoje há dois processos mais utilizados de produção do metanol, que são:

1)      Por meio do gás de água:

Pela reação do carvão de coque (processo carboquímico) com a água, obtém-se o gás de água, que é o monóxido de carbono com hidrogênio – estes reagem em presença de um catalisador metálico, que pode ser o cobre, o cromo ou o zinco:

Obtenção do metanol pelo gás de água

2)      Por meio da oxidação do gás metano (processo petroquímico):

Obtenção do metanol pela oxidação do metano

Assuntos Relacionados