Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Química
  3. Combustíveis
  4. Obtenção de álcool anidro

Obtenção de álcool anidro

O álcool etílico (álcool comum) forma com a água uma mistura azeotrópica (95,5% de álcool e 4,5% de água) que destila à temperatura de 78,1° C. Este é um caso de mistura homogênea de líquidos que não pode ser separada por processo físico como, por exemplo, a destilação. Tudo porque essa mistura destila em proporções fixas e constantes, como se fosse uma substância pura.

Se não é possível separar os componentes de uma mistura azeotrópica, como se faz então para obter álcool anidro (álcool isento de água)?

O álcool anidro, também conhecido como álcool absoluto, precisa apresentar no mínimo 99,5 % de pureza, e é através do seguinte processo químico que se torna possível chegar a este percentual:

Adicionamos o composto óxido de cálcio (CaO), mais conhecido como cal virgem, ao etanol e submetemos a mistura à destilação. A reação entre cal virgem e água produz cal hidratada - Ca(OH)2 , pela reação:

CaO + H2O ------>   Ca(OH)2

O hidróxido de cálcio (Ca(OH)2) é um precipitado insolúvel no álcool, sendo assim, somente o álcool destila, sendo, portanto, recolhido puro no béquer.

Utilização: O álcool anidro (álcool puro) possui preço elevado se comparado ao do álcool comum, por isso tem sua aplicação restrita. É utilizado principalmente no preparo de fórmulas farmacêuticas e cosméticas e ainda no preparo de combustíveis. O álcool absoluto é adicionado à gasolina para aumento da octanagem.

Álcool anidro queimando.
Álcool anidro queimando.
Publicado por: Líria Alves de Souza

Assuntos Relacionados