Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Química
  3. Química Geral
  4. Propriedades da Matéria

Propriedades da Matéria

As propriedades da matéria podem ser classificadas em físicas (podem ser observadas e medidas sem alterar a composição) ou químicas (transformam-se em outro material).

A Química estuda os materiais, as transformações que eles podem sofrer e a energia envolvida nesses processos. Isso é importante por diversos motivos, dentre eles está o fato de que estudando os materiais, podem-se conhecer as suas propriedades e assim estabelecer um uso apropriado para eles.

As propriedades das substâncias podem ser classificadas de acordo com vários critérios, mas conheça a seguir os principais:

  • Propriedades Químicas: Referem-se àquelas que, quando são coletadas e analisadas, alteram a composição química da matéria, ou seja, referem-se a uma capacidade que uma substância tem de transformar-se em outra por meio de reações químicas.

Por exemplo, a combustibilidade é uma propriedade química, pois a água não tem essa propriedade, enquanto o álcool (etanol) tem. Quando o álcool queima, ele converte-se em outras substâncias (gás carbônico e água), como mostra a reação abaixo:

1 C2HOH + 3 O2 →  2 CO2 + 3 H2O

Outro exemplo é o enferrujamento do prego, que, em termos simples, é uma reação de oxidação do ferro, quando exposto ao ar úmido (oxigênio (O2) e água (H2O)), formando o óxido de ferro (III) mono-hidratado (Fe2O3 . H2O), que é um composto que possui coloração castanho-avermelhada, isto é, a ferrugem que conhecemos.

A propriedade que o ferro tem de enferrujar é química

As reações envolvidas nesse processo são mostradas abaixo:

Fe(s) → Fe2+ + 2e-
2H2O + 2e → H2 + 2OH
Fe2+ + 2OH → Fe(OH)2
2Fe(OH)2 + H2O + 1/2O2 → 2 Fe(OH)3
2Fe(OH)3Fe2O3 . H2O + 2H2O

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

A propriedade química que o ferro tem, nesse caso, é de se oxidar.

Outros exemplos de propriedades químicas são: explosão, poder de corrosão e efervescência.

  • Propriedades Físicas: São aquelas que podem ser coletadas e analisadas sem que a composição química da matéria mude, ou seja, resultam em fenômenos físicos e não químicos.

Por exemplo, se pegamos uma amostra de água de determinada massa, nós não mudamos a sua constituição, por isso a massa é uma propriedade física. Outro exemplo é a propriedade que a água tem de se evaporar, ela passa do estado líquido para o de vapor, mas continua com a mesma composição química. Assim, o ponto de ebulição é uma propriedade física.

Outros exemplos são: volume, densidade, estado físico (sólido, líquido e gasoso), ponto de fusão, temperatura, cor e dureza.

Exemplos de propriedades físicas

Entre essas propriedades físicas, citamos algumas que são também definidas como propriedades organolépticas, que são aquelas que podemos reconhecer com os órgãos dos sentidos (visão, tato, olfato e paladar), tais como o estado físico, a cor, o odor, a transparência e o brilho.

Além das propriedades organolépticas, as propriedades físicas também podem se subdividir em gerais ou especificas e em intensivas ou extensivas. Você pode ver detalhes sobre cada uma delas nos textos abaixo:

Na imagem acima, podemos identificar duas propriedades físicas (ponto de ebulição e mudança de estado físico da água) e uma química (combustão do gás)
Na imagem acima, podemos identificar duas propriedades físicas (ponto de ebulição e mudança de estado físico da água) e uma química (combustão do gás)
Publicado por: Jennifer Rocha Vargas Fogaça
Assista às nossas videoaulas

Assuntos Relacionados