Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Química
  3. Curiosidades Químicas
  4. Química das papilas gustativas

Química das papilas gustativas

Como funciona o paladar? Por que somos capazes de diferenciar o salgado do amargo, o ácido do doce? As papilas gustativas de nossa língua têm a resposta, elas foram intituladas de quimiorreceptoras, ou seja, as responsáveis por detectar a presença de substâncias químicas em nossa boca.

As papilas gustativas estão presentes em todo o comprimento da língua, desde a ponta até a parte mais interna, veja abaixo como elas se distribuem:



A ilustração demonstra quais regiões da língua são responsáveis pela percepção dos diferentes sabores. Esse órgão muscular tem cerca de 10 centímetros de comprimento e se não fosse por ele, não poderíamos sentir o sabor dos alimentos e classificá-los. Por exemplo, se você ingere uma fruta cítrica, a região localizada na extremidade da língua permite sentir o sabor azedo característico.

Aquela vontade de saborear determinados alimentos tem explicação científica. A língua possui também as chamadas moléculas saporíferas (do latim sapere = provar). Essas estimulam nosso apetite, nos fazendo ficar literalmente com água na boca diante de guloseimas como doces, tortas, bombons, etc.

E não podemos nos esquecer do olfato, que também possui um papel importante neste contexto. O que conhecemos como sabor, nada mais é do que uma combinação de odores e gostos percebidos pelo sentido gustativo e olfativo, ambos ativados pelos seus quimiorreceptores. Prova disso é quando estamos gripados e não conseguimos sentir o sabor dos alimentos, tudo porque nosso nariz fica congestionado.

Veja mais!
Sistema sensorial

Por que sentimos o sabor dos alimentos?
Por que sentimos o sabor dos alimentos?
Publicado por: Líria Alves de Souza

Assuntos Relacionados