Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Química
  3. Química nuclear
  4. Radiação alfa

Radiação alfa

Os elementos radioativos são aqueles que possuem o núcleo muito instável e emitem radiações. As três emissões nucleares naturais são a alfa, a beta e a gama.

A radiação alfa é emitida pelo núcleo com uma velocidade média de aproximadamente 20 000 km/s, o que representa 5% da velocidade da luz.

Na realidade, as radiações alfa são partículas pesadas, compostas de 2 prótons e 2 nêutrons, como o núcleo do átomo de hélio. Visto que os prótons são partículas positivas e os nêutrons não possuem carga, as emissões alfa são partículas de carga positiva, podendo ser representadas da seguinte forma: 24α.

Quando um átomo emite uma partícula 24α, o seu número atômico (Z) diminui duas unidades e seu número de massa diminui quatro unidades, conforme mostrado abaixo:

Emissão de partículas alfa

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

A radiação α só é emitida por núcleos cujo número atômico é superior a 83, sendo que durante a sua emissão ocorre o desaparecimento gradual do elemento original e o aparecimento de um novo elemento, como ocorreu no exemplo anterior, em que o urânio-235 se transformou no Tório-321. Esse processo é denominado transmutação.

O poder de penetração das partículas alfa é bem pequeno, podendo ser detido por uma camada de ar de 7 cm, por uma folha de papel ou por uma chama de alumínio de 0,06 mm. Por isso, ela não representa perigo ao ser humano, as próprias células mortas da pele conseguem detê-las.

No entanto, geralmente essa radiação vem acompanhada das outras radiações, que apresentam riscos reais ao ser humano.

A radiação alfa é composta por 2 prótons e 2 nêutrons
A radiação alfa é composta por 2 prótons e 2 nêutrons
Publicado por: Jennifer Rocha Vargas Fogaça
Assista às nossas videoaulas

Assuntos Relacionados