Sais de ácidos carboxílicos

Sais de ácidos carboxílicos são compostos oxigenados formados a partir de ácido carboxílico e base inorgânica muito utilizados na produção de sabões.

Sais de ácidos carboxílicos são compostos orgânicos oxigenados que apresentam como principal característica a presença de uma carboxila. Nessa carboxila, há substituição do hidrogênio da hidroxila (OH) por um cátion de um metal qualquer ou pelo cátion amônio (NH4+).

Representações estruturais de um ácido carboxílico e de um sal de ácido carboxílico.

Representações estruturais de um ácido carboxílico e de um sal de ácido carboxílico.


1. Produção dos sais de ácidos carboxílicos

Um sal de ácido carboxílico é produzido quando um ácido carboxílico é colocado no mesmo meio reacional que uma base inorgânica (substância composta por um metal ou pelo cátion amônio associados ao grupo hidroxila) ou orgânica (como as aminas). Essa reação é denominada reação de salificação ou reação de neutralização.

Reagentes necessários para a formação de um sal de ácido carboxílico.
Reagentes necessários para a formação de um sal de ácido carboxílico.

Inicialmente, temos a dissociação da base, ou seja, ocorre a separação do cátion (seja ele formado por um metal ou pelo amônio) e do ânion hidróxido (OH-).

Equação que representa a dissociação da base.
Equação que representa a dissociação da base.

Juntamente com a dissociação da base, ocorre a ionização do ácido carboxílico, ou seja, a formação do cátion hidrônio (formado a partir do hidrogênio da carboxila do ácido) e do ânion.

Equação que representa a ionização do ácido carboxílico.
Equação que representa a ionização do ácido carboxílico.

Por fim, o cátion hidrônio interage com o ânion hidróxido, formando água, enquanto que o cátion proveniente da base interage com o ânion proveniente do ácido, formando o sal de ácido carboxílico.

Representação da interação dos íons que formam o sal de ácido carboxílico.
Representação da interação dos íons que formam o sal de ácido carboxílico.

Obs.: Na imagem, a é a carga do cátion Y, que interagiu com o ânion proveniente do ácido, ou seja, é a quantidade de hidroxilas da base.

Veja também: Reações de esterificação


2. Propriedades dos sais de ácidos carboxílicos

  • São compostos iônicos, ou seja, são formados por ligações iônicas;

  • À temperatura ambiente, são sólidos;

  • São inodoros;

  • Por serem iônicos, apresentam pontos de fusão e de ebulição elevados. Seus pontos de fusão são tão elevados que é mais fácil transformá-los em outras substâncias químicas, por meio de uma decomposição térmica, do que fazer o sólido virar líquido;

  • Apresentam uma extremidade polar e outra apolar, ou seja, quanto à polaridade, são compostos mistos;

  • Quando apresentam cátions de elementos da família dos metais alcalinos ou com o amônio (NH4+), são bastante solúveis em água.

    Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)


3. Nomenclatura dos sais de ácidos carboxílicos

A nomenclatura de um sal de ácido carboxílico, assim como de todo composto orgânico, segue uma regra determinada pela IUPAC (União Internacional da Química Pura e Aplicada). Veja abaixo como é formado o nome de um sal de ácido carboxílico:

  • Prefixo correspondente ao número de carbonos

  • Infixo relacionado ao tipo de ligações (an, en, in, etc) entre os carbonos

  • Sufixo -oato (por ser um sal)

  • Preposição de

  • Nome do metal ou do cátion amônio.

3.1- Exemplos de nomenclatura de sais de ácidos carboxílicos

Exemplo 1: sal com dois carbonos

Estrutura de um sal de ácido carboxílico com dois carbonos.
Estrutura de um sal de ácido carboxílico com dois carbonos.

Nesse exemplo, temos:

  • Dois átomos de carbono: prefixo et-

  • Apenas ligações simples entre os átomos de carbono: infixo -an-

  • Sufixo -oato

  • Preposição de

  • Metal ligado a ele: alumínio

Sendo assim, o nome desse composto é etanoato de alumínio.

Exemplo 2: sal com quatro carbonos

Estrutura de um sal de ácido carboxílico com quatro carbonos
Estrutura de um sal de ácido carboxílico com quatro carbonos.

Nesse exemplo, temos:

  • Quatro átomos de carbono: prefixo but-

  • Apenas ligações simples entre os átomos de carbono: infixo -an-

  • Sufixo -oato

  • Preposição de

  • Metal ligado a ele: potássio

Sendo assim, o nome desse composto é butanoato de potássio.

Veja também: Nomenclatura dos ésteres


4. Aplicações dos sais de ácidos carboxílicos

Entre as utilizações dos sais de ácidos carboxílicos, podemos citar:

  • Constituem o princípio ativo de diversos medicamentos;

  • Fazem parte da composição de corantes para tecidos;

  • São componentes principais na produção de sabões e sabonetes.

Obs.: Os sais de ácidos carboxílicos são utilizados na produção de sabonetes e sabões porque eles apresentam, em sua cadeia carbônica, uma parte polar (capaz de unir-se à água) e uma parte apolar (capaz de unir-se à molécula de sujeira, por exemplo ao óleo na roupa).


5. Exercícios sobre sais de ácidos carboxílicos

Questão 1 - Dadas as substâncias abaixo, qual delas pode atuar como um sabão?

a) Propanona

b) Ácido butanoico

c) Etanol

d) Etanoato de metila

e) Propanoato de magnésio

Resposta: Letra e)

Uma substância pode atuar como sabão quando é um sal de ácido carboxílico. Entre as opções fornecidas, temos um sal na alternativa e, porque seu nome é formado por oato + de + nome de um metal (no caso, o magnésio).

Questão 2 - Para a formação de um sal de ácido carboxílico, é necessário qual dos pares de elétrons abaixo?

a) Ácido carboxílico e éster

b) Ácido carboxílico e álcool

c) Ácido carboxílico e amina

d) Ácido carboxílico e base inorgânica

e) Ácido carboxílico e nitrocomposto

Resposta: Letra d)

Uma reação de salificação (formação de um sal de ácido carboxílico) ocorre sempre que reagimos um ácido carboxílico com uma base inorgânica, ou seja, alternativa d.

Os sabonetes possuem sal de ácido carboxílico em sua composição.
Os sabonetes possuem sal de ácido carboxílico em sua composição.
Publicado por: Diogo Lopes Dias

Assuntos Relacionados