Sal de amônio quaternário

O sal de amônio quaternário é um composto que apresenta, geralmente, cadeia longa e formada pela presença de quatro radicais orgânicos.

O sal de amônio quaternário é uma função orgânica nitrogenada que deriva da substituição parcial ou total dos hidrogênios presentes no cátion amônio (NH4+) por radicais orgânicos:

Substituição dos hidrogênios do amônio por radicais orgânicos
Substituição dos hidrogênios do amônio por radicais orgânicos

É classificado como sal porque, além do cátion (composto por radicais), apresenta na sua constituição um ânion (X-) qualquer (com exceção do ânion OH-).

Fórmula estrutural de um sal de amônio quaternário
Fórmula estrutural de um sal de amônio quaternário

Características do sal de amônio quaternário

  • É sólido em temperatura ambiente;

  • Não é volátil, ou seja, não passa para o estado gasoso em temperatura ambiente;

  • É um composto iônico que apresenta geralmente uma ramificação de cadeia longa, logo, apresenta uma parte polar e uma apolar;

  • Como possui natureza salina, apresenta sabor característico de sal;

  • Não apresenta odor;

  • Quando esses sais possuem na sua composição ânions halogenetos (cloreto, brometo, iodeto e fluoreto), apresentam boa solubilidade em água e etanol (solventes polares), sendo insolúveis em solventes apolares.

Regra de nomenclatura

Para realizar a nomenclatura de um sal de amônio quaternário, basta seguir esta regra estabelecida pela IUPAC:

Nome do ânion + de + nome dos radicais em ordem alfabética + amônio

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Exemplos

→ Cloreto de etil-fenil-metil-vinil-amônio

Sal de amônio quaternário que apresenta o ânion cloreto em sua estrutura
Sal de amônio quaternário que apresenta o ânion cloreto em sua estrutura

No sal de amônio desse exemplo, temos a presença do radical fenil (à esquerda), etil (à direita), vinil (embaixo) e metil (em cima), além do ânion cloreto (Cl). Seguindo a regra de nomenclatura proposta, teremos: cloreto de etil-fenil-metil-vinil-amônio.

→ Sulfato de butil-etil-isopropil-undecil-amônio

Sal de amônio quaternário que apresenta o ânion sulfato em sua estrutura
Sal de amônio quaternário que apresenta o ânion sulfato em sua estrutura

No sal de amônio desse exemplo, temos a presença do radical butil (à esquerda), undecil (à direita), etil (embaixo) e isopropil (em cima), além do ânion sulfato (SO4). Seguindo a regra de nomenclatura proposta, teremos: sulfato de butil-etil-isopropil-undecil-amônio.

Aplicações

São muito utilizados na composição de produtos como:

  • Amaciantes

  • Condicionadores

  • Lubrificantes

  • Loções

Eles são utilizados nesses produtos porque são tensoativos catiônicos, ou seja, neutralizam as cargas negativas deixadas por produtos que apresentam tensoativos aniônicos, como xampus e sabão em pó.

O condicionador para cabelos possui sal de amônio quaternário em sua composição
O condicionador para cabelos possui sal de amônio quaternário em sua composição
Publicado por: Diogo Lopes Dias

Assuntos Relacionados