Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Química
  3. Química Orgânica
  4. Substâncias Naturais Orgânicas

Substâncias Naturais Orgânicas

As substâncias naturais orgânicas são aquelas produzidas pelos seres vivos (animais ou vegetais), tais como carboidratos, lipídios e proteínas.

As substâncias orgânicas são aquelas que são formadas pelo elemento carbono. Atualmente, são conhecidos mais de 19 milhões de compostos orgânicos e por isso existe um ramo da Química destinado apenas para o estudo desses compostos, a Química Orgânica.

Antigamente se pensava que todas as substâncias orgânicas eram naturais, ou seja, que só podiam ser produzidas dentro dos organismos vivos, como os vegetais e os animais. A ureia (CO(NH2)2(s)), por exemplo, é um composto orgânico produzido no fígado dos animais e dos humanos, sendo posteriormente filtrada pelos rins e eliminada na urina e no suor.

Assim, acreditava-se que esse composto orgânico nunca poderia ser sintetizado. Mas isso mudou em 1828, quando o cientista Friedrich Wöhler (1800-1882), através de um experimento, reagiu dois compostos inorgânicos, o cianeto de prata (AgCN(s)) e o cloreto de  amônio (NH4Cl(s)), originando a ureia.


Friedrich Wöhler (1800-1882) demonstrou que substâncias orgânicas naturais podem ser sintetizadas em laboraório

Desse modo, ficou comprovado que existem substâncias orgânicas que podem ser sim sintetizadas em laboratório. Por exemplo, o polietileno, o teflon e a fórmica são compostos orgânicos que formam polímeros sintéticos (plásticos), mas não são substâncias naturais orgânicas, pois são produzidos em laboratório e não são biodegradáveis (não são degradados pelos micro-organismos).

As substâncias naturais orgânicas são, então, aquelas produzidas pelos seres vivos (animais ou vegetais), sendo denominadas de biomoléculas.

Essas substâncias estão presentes em uma diversidade muito grande de lugares e seria impossível enumerarmos todas aqui. Os compostos orgânicos naturais estão presentes em todos os alimentos que ingerimos, nos combustíveis derivados do petróleo, como a gasolina e o óleo diesel, além do próprio corpo humano, que é formado por mais de 60% em massa de compostos orgânicos.

Mas vamos falar um pouco sobre o que chamamos de polímeros naturais, isto é, macromoléculas orgânicas naturais muito importantes para a manutenção da vida. Veja alguns exemplos:

* Carboidratos: a glicose é um exemplo de carboidrato (ou hidrato de carbono) que se liga para formar celulose e amido , que são polímeros de condensação naturais.

A glicose é uma substância orgânica natural produzida pelos vegetais por meio da reação de fotossíntese mostrada a seguir:

6 CO2(g) + 6 H2O(l) + luz solar → C6H12O6(aq) + 6 O2(g)

gás carbônico + água + luz solar → glicose + gás oxigênio

O interessante é que os vegetais produzem substâncias naturais orgânicas a partir de substâncias naturais inorgânicas (água e gás carbônico).

A celulose formada a partir da glicose constitui a parede celular de praticamente todas as plantas. Nós ingerimos a celulose principalmente através de folhas verdes, o que estimula a salivação, a produção de suco gástrico e regulariza o funcionamento de nosso intestino.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

A glicose também pode ser armazenada na forma de amido em diferentes órgãos vegetais, estando presente nos grãos das sementes (cereais), tais como arroz, milho, aveia, trigo, cevada e centeio, e nas raízes das plantas, como batata e mandioca.


O amido e a celulose são exemplos de carboidratos que são polímeros naturais

O açúcar comum (sacarose), que também é um exemplo de carboidrato, é uma substância orgânica natural encontrada em diversas plantas, principalmente na beterraba e na cana-de-açúcar.


A sacarose é o açúcar comum, um composto orgânico natural

* Lipídios: Os mais importantes são os óleos (de palma, algodão, oliva, soja, abacate, amendoim, milho etc.) e as gorduras vegetais e animais (manteiga de leite, banha suína, sebo de vaca etc.) que são produzidos a partir de ácidos graxos e glicerol (glicerina), sendo que estes também são substâncias naturais orgânicas.


Os óleos e as gorduras são lipídios

Os esteroides naturais são uma classe especial de lipídios. Um exemplo é o colesterol que está presente principalmente no ovo, carnes vermelhas, nata e manteiga. Ele pode ser sintetizado por todas as células do corpo humano, mas principalmente pelo fígado e intestino. Ele participa da formação dos hormônios sexuais masculino (testosterona) e feminino (estradiol) – que também são esteroides naturais –, da síntese da membrana celular e da produção de vitamina D.


O colesterol é um esteroide natural encontrado nos ovos e no bacon

* Proteínas: São formadas pela união de moléculas de aminoácidos e estão presentes em leguminosas, como feijão, lentilha e soja, laticínios, peixes, ovos e carnes.


Fontes de proteínas na alimentação

No organismo humano as proteínas são usadas para a formação de tecidos e músculos, estão presentes no cabelo e na pele, além de funcionarem como catalisadores de reações do organismo (enzimas) e reguladoras do metabolismo (hormônios).

Existem inúmeros aminoácidos na natureza, mas apenas vinte estão presentes nas proteínas. O nosso organismo sintetiza alguns deles, mas nove desses aminoácidos nós não produzimos e, por isso, eles são chamados de aminoácidos essenciais, que são: fenilalanina, histidina, isoleucina, leucina, lisina, metionina, treonina, triptofano e valina.

As substâncias naturais orgânicas estão presentes dentro de nós e em praticamente tudo ao nosso redor
As substâncias naturais orgânicas estão presentes dentro de nós e em praticamente tudo ao nosso redor
Publicado por: Jennifer Rocha Vargas Fogaça

Assuntos Relacionados