Misturas

As misturas fazem parte do nosso cotidiano a todo instante, desde o ar que respiramos até os objetos que utilizamos nas tarefas diárias, nos alimentos, nos líquidos que ingerimos, inclusive na água, em que estão misturados diversos sais minerais e gases. De maneira geral, é difícil encontrar substâncias isoladas disponíveis na natureza, normalmente, tais substâncias estão unidas a outras formando uma mistura.

Saiba mais: Descubra a função e como calcular a molalidade de uma solução

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

O que é uma mistura?

Mistura é a junção de duas ou mais substâncias, sejam elas simples, sejam compostas, sem que ocorra uma transformação química desses compostos. As propriedades físicas das misturas, como densidade e temperatura de fusão e de ebulição, serão diferentes das substâncias puras envolvidas nesse sistema.

As misturas diferenciam-se, principalmente, pelos seus aspectos físicos, como o aspecto visual e temperaturas de ebulição e fusão, que podem ser fixas ou variáveis. Falaremos de cada tipo de misturas a seguir.

As misturas estão muito presentes em nosso dia a dia, como nos sucos que tomamos que são constituídos, no mínimo, de fruta e água.

Tipos de mistura

Em relação ao aspecto visual, podemos diferenciar as misturas quanto às fases que apresentam.

  • Misturas homogêneas: são misturas as que apresentam apenas uma fase, ou seja, não é possível distinguir os componentes que as constituem. Um exemplo desse tipo de mistura é quando adicionamos uma certa quantidade sal em um copo com água e agitamos, ocorre uma dissolução do sal, tornando-se apenas uma fase.
A mistura entre sal e água resulta em uma mistura com apenas uma fase, ou seja, uma mistura homogênea.
A mistura entre sal e água resulta em uma mistura com apenas uma fase, ou seja, uma mistura homogênea.       
  • Misturas heterogêneas: são misturas que apresentam duas ou mais fases, permitindo a distinção de seus componentes. Pode-se exemplificar essa modalidade de mistura ao adicionarmos em um copo água, óleo e areia, teremos como resultado uma mistura heterogênea com três fases.
Mistura heterogênea: AREIA+ÁGUA+OLÉO.
Mistura heterogênea: AREIA+ÁGUA+OLÉO.

Métodos de separação de misturas

Com o intuito de isolar os componentes de uma mistura, foram desenvolvidas técnicas de separação de misturas que são adotadas de acordo com o tipo de mistura: heterogênea ou homogênea. Abaixo, apresentaremos os métodos de separação mais utilizados para cada tipo de mistura.         

  • Métodos de separação de misturas heterogêneas:

Catação: método utilizado para separação de dois sólidos de tamanhos diferentes, usando a mão ou pinça. Exemplo: separação das impurezas do feijão.

Ventilação: aplica-se um jato de ar na mistura a fim de separar dois sólidos de densidades diferentes. Exemplo: separar o amendoim de suas cascas (já soltas).

Levigação: utilizada para separar dois sólidos de densidades diferentes por meio de uma corrente de água. Exemplo: método muito utilizado em garimpos para separar areia, material menos denso, do ouro, material mais denso.

Filtração: método utilizado para separar sólidos e líquidos que não se misturam utilizando um filtro. Exemplo: Na preparação de café, utilizamos o filtro para separar o pó do café da bebida em questão. Nesse método, também está inserido a filtração a vácuo, que é utilizada com o mesmo objetivo, mas uma bomba de vácuo acoplada para que se acelere o processo. Esse método é mais utilizado em laboratórios.

Decantação: esse método é usado para separar dois componentes, um sólido e outro líquido, ou ainda dois líquidos, que tenham densidades diferentes.  O processo consiste em deixar o sistema em repouso até que se tenha a total separação dos componentes. Esse método é bastante utilizado em laboratórios (usando funil de bromo), em indústrias e em estação de tratamento de esgoto e água para separação de impurezas.

Separação magnética: processo de separação aplicado em misturas de sólidos em que um dos componentes é atraído por ímã. Exemplo: areia e pó de ferro.

Dissolução fracionada: usada para separar dois sólidos, utilizando um líquido que dissolva apenas um deles. Exemplo: Areia + açúcar. Ao adicionar água à mistura, o açúcar se dissolverá, separando da areia. Por meio de uma filtração, é possível separar a fase sólida (areia) da fase líquida (água + açúcar). Pode-se evaporar a água, restando o açúcar.         

  • Métodos de separação de misturas homogêneas:

Destilação simples: usada para separar sólidos e líquidos miscíveis (que se misturam). Consiste em aquecer, em aparelhagem específica (representada na imagem a seguir), a mistura até que o líquido evapore e sobre o sólido. O gás do componente evaporado passa por um condensador e é coletado em um recipiente no estado líquido.

A destilação simples pode ser utilizada também para separação de dois líquidos miscíveis, mas com temperaturas de ebulição bem distantes.
A destilação simples pode ser utilizada também para separação de dois líquidos miscíveis, mas com temperaturas de ebulição bem distantes.

Destilação fracionada: Semelhante à destilação simples, a destilação fracionada é utilizada para separação de misturas homogêneas, mas para misturas de líquidos. Por causa dessa diferença, a aparelhagem também sofrerá uma alteração. Nesse método, é utilizado uma coluna de fracionamento, para que se tenha uma maior eficiência na separação dos líquidos com diferentes pontos de ebulição.

A coluna de fracionamento usada na destilação fracionada serve para separar os vapores dos gases com temperaturas de ebulição diferentes.
A coluna de fracionamento usada na destilação fracionada serve para separar os vapores dos gases com temperaturas de ebulição diferentes.

Curiosidades

Os combustíveis usados nos nossos automóveis são exemplos de misturas homogêneas.

Estamos em contato o tempo todo com diversos tipos de misturas heterogêneas e homogêneas, até mais do que com substâncias. Isso nos traz algumas curiosidades sobre misturas:

- O leite e o sangue são considerados misturas heterogêneas, apesar de parecerem sistemas de apenas uma fase, mas, quando analisamos de forma mais detalhada, podemos enxergar as diferentes fases que compõem tais misturas.

- O ar atmosférico é classificado como mistura homogênea (assim como toda mistura gasosa). As quantidades dos gases nessa mistura são ideais para a manutenção da vida na Terra. Quantidades muito elevadas de gás oxigênio pode ser prejudicial para os seres vivos.

- O álcool é capaz de formar misturas homogêneas com a gasolina e com a água.  Porém, quando esses são misturados entre si, formam uma mistura heterogênea.

- O etanol, quando usado como combustível, é uma mistura de aproximadamente 92% de etanol e 8% de água.

- A gasolina dos postos de combustível é uma mistura homogênea composta por aproximadamente 27% de álcool e restante de gasolina pura.

Publicado por: Victor Ricardo Ferreira
Assista às nossas videoaulas

Assuntos Relacionados