Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Química
  3. Curiosidades Químicas
  4. Uso de haletos orgânicos em armas químicas

Uso de haletos orgânicos em armas químicas

Os haletos orgânicos são aqueles compostos que derivam de hidrocarbonetos, pela substituição de um ou mais hidrogênios na molécula por átomos de halogênios, que são os elementos da família 17 da Tabela Periódica.

Esse grupo de compostos, principalmente os organoclorados, é muito comentado hoje em dia em razão dos problemas ambientais causados por seu uso indiscriminado, na maioria das vezes em inseticidas, como é o caso do DDT (Dicloro-Difenil-Tricloroetano). Ele começou a ser utilizado na Segunda Guerra Mundial para eliminar insetos e combater as doenças, além de controlar pestes agrícolas.

No entanto, antes disso, durante a Primeira Guerra Mundial (1914-1918), os haletos orgânicos começaram a ser utilizados para outro fim mais destrutivo: em armas químicas. Dois exemplos estão alistados a seguir:

  • Fosgênio: A fórmula molecular desse composto é COCl2 e sua fórmula estrutural é mostrada logo abaixo:

Fórmula do fosgênio

Ele é um haleto ácido ou haleto de acila, que são compostos provenientes da substituição da hidroxila presente em um ácido carboxílico por um átomo de halogênio.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Na Primeira Guerra Mundial ele foi responsável por um grande número de mortes por intoxicação, pois ocorre hidrólise nos pulmões, produzindo HCl . Ele afeta as vias respiratórias, provoca tosse e irritação nos olhos.

Ilustração de feitos do gás fosgênio na Primeria Guerra Mundial

  • Gás lacrimogênio: Esse composto recebe esse nome porque provoca fortes reações de lacrimejo em virtude da grande sensação de queimação das terminações nervosas. Começou a ser utilizado na Primeira Guerra Mundial, mas até hoje é usado por policiais para dispersar aglomerações e manifestantes.

Ele apresenta baixa toxidade e a irritação ou incapacidade sensorial desaparece depois que a pessoa deixa de estar exposta a este gás. Seu nome químico é α-cloroacetofenona e sua fórmula está apresentada abaixo:

Fórmula estrutural do gás lacrimogênio

Uso de gás lacrimogênio por policiais para dispersar manifestação popular
Uso de gás lacrimogênio por policiais para dispersar manifestação popular
Publicado por: Jennifer Rocha Vargas Fogaça

Assuntos Relacionados