50 anos de Mafalda!

Criação do cartunista Quino, Mafalda, em 2014, completa cinquenta anos, mas continua mais atual do que nunca. Ícone de uma geração, a menina argentina conquistou admiradores no mundo todo.

Rápido amigos! Acontece que se não começarmos a mudar o Mundo, depois é o Mundo que muda a gente!

A frase que você acabou de ler foi dita pela personagem Mafalda em uma das tirinhas de seu criador, o cartunista Quino. Essa frase nos dá uma ideia de como pensa a menina argentina mais esperta das Américas. Seu comportamento inquieto e suas perguntas politizadas demonstram seu espírito anticonformista e revolucionário, características que fizeram de Mafalda um ícone dos anos 70, conhecida e admirada em todo mundo.

Mafalda nasceu no ano de 1962 e faria sua estreia no mundo publicitário como “garota-propaganda” de uma marca de eletrodomésticos. Acontece que a propaganda não foi veiculada, mas o desenho da menina de laço de fita vermelho no cabelo foi guardado por Quino e, em 29 de setembro de 1964, ganhou vida nas páginas da revista Leoplán. Não demorou muito para que o trabalho do cartunista fosse notado e, em 1965, Mafalda ganhou projeção e espaço no jornal Mundo, diário da capital argentina de Buenos Aires.

Manolito, Miguelito, Liberdade, Felipe, Susanita e Guille: os principais personagens da tirinha Mafalda
Manolito, Miguelito, Liberdade, Felipe, Susanita e Guille: os principais personagens da tirinha Mafalda

O discurso politizado de Mafalda sobre temas pertinentes à época, não só na Argentina como em todo mundo, fizeram de Quino um dos mais importantes humoristas gráficos do país e uma das dez personalidades argentinas mais conhecidas em todo mundo no século 20. O reconhecimento da relevância social e cultural da tira fez com que ela ganhasse sobrevida mesmo após a falência do jornal que a publicava. O sucesso já estava consolidado e, partir de 1967, o semanário Siete Dias Ilustrados passou a publicar o trabalho de Quino. Mas diante da exigência editorial de que as tirinhas fossem entregues com antecedência, em 1973, Mafalda deixou de ser produzida, já que seria impossível que, através da menina, Quino continuasse a comentar assuntos do dia a dia, característica principal da personagem. Foram nove anos de intensa produção, que rendeu para o mundo um acervo riquíssimo de uma das mais interessantes tirinhas do universo gráfico.

Os cinquenta anos de Mafalda não fizeram da tirinha um produto datado ou obsoleto, pelo contrário, as principais questões que rondavam o imaginário da menina continuam atuais, e muitas de suas perguntas, infelizmente, continuam sem respostas. Interagindo com seus amigos, Felipe, Manolito, Miguelito, Susanita, Liberdade e Guille, Mafalda pôde mostrar sua visão irônica sobre a realidade ao discutir temas como o embate ideológico entre capitalismo e comunismo durante a Guerra Fria, as aspirações da classe média, as relações entre pais e filhos, entre outras temáticas universais. Mafalda também foi a vanguarda do feminismo, assunto muitas vezes abordados nas tirinhas de Quino.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Porta-voz de seu criador, Mafalda discutiu temas pertinentes para a sociedade, entre eles o feminismo
Porta-voz de seu criador, Mafalda discutiu temas pertinentes para a sociedade, entre eles o feminismo

O aniversário de cinquenta anos de Mafalda, a menina precoce que na pré-escola estava preocupada com o mundo e a sociedade, serve para celebrarmos o trabalho genial de um dos maiores humoristas gráficos do mundo, que nos deu de presente a originalidade e rebeldia da garotinha nada convencional. Certa vez, Julio Cortázar, importante escritor da literatura argentina, disse o que pensava de sua conterrânea:

Mafalda conquistou admiradores ilustres, entre eles, o escritor argentino Julio Cortázar
Mafalda conquistou admiradores ilustres, entre eles, o escritor argentino Julio Cortázar

"Aquilo que eu penso de Mafalda não tem nenhuma importância. Realmente importante é aquilo que Mafalda pensa de mim".

                     Julio Cortazar

Com vocês, algumas das mais célebres frases de Mafalda para você refletir e ter uma mostra da inteligência e sagacidade da pequena notável. Boa leitura!

Já que há mundos mais evoluídos, por que eu tive que nascer justo neste?”

O urgente nunca deixa tempo para o importante.”

Justo a mim coube ser eu!”

Com suas frases célebres, Mafalda mostrou sua visão irônica e anticonformista sobre a vida
Com suas frases célebres, Mafalda mostrou sua visão irônica e anticonformista sobre a vida

Não seria maravilhoso o mundo se as bibliotecas fossem mais importantes que os bancos?”

E não é que neste mundo tem cada vez mais gente e cada vez menos pessoas?”

Que importam os anos? O que realmente importa é comprovar que a melhor idade da vida é estar vivo.”

*A imagem que ilustra este artigo foi extraída do site do cartunista Quino.

Em 2014, a personagem Mafalda, de Quino, completa meio século de existência. As tirinhas começaram a ser publicadas no ano de 1964, na Argentina *
Em 2014, a personagem Mafalda, de Quino, completa meio século de existência. As tirinhas começaram a ser publicadas no ano de 1964, na Argentina *
Publicado por: Luana Castro Alves Perez

Assuntos Relacionados