Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Redação
  3. Como começar uma redação?

Como começar uma redação?

Para começar bem uma redação, é importante conhecer as características do gênero textual e projetar o texto.

Escrever é uma das práticas mais importantes para o ser humano: por meio da escrita.
Escrever é uma das práticas mais importantes para o ser humano: por meio da escrita.

Não sabe como começar uma redação? Então se liga neste texto que traz dicas preciosas de começar um texto, as particularidades da redação do Enem, além de mostrar o que você deve considerar para começar uma redação independentemente do tema.

Nas escolas, é comum que os alunos tenham que produzir redações, um modelo textual relativamente curto – as redações costumam ter cerca de 30 linhas, conforme a exigência dos principais vestibulares do país. Muitos estudantes também se preparam para fazer a redação do Enem, que é de suma importância para o sucesso na prova.

Leia também: A redação nota 10!

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Dicas

Sempre que pretendemos escrever uma redação, o primeiro passo que devemos seguir deve ser o projeto de texto. Projetar o que será escrito é fundamental, pois somente assim será possível construir uma linha lógica que permeará toda a redação. Em um projeto textual, é necessário topicalizar as principais características do gênero da redação que se pretende escrever.

Por exemplo, se a proposta de redação pede que seja feito um gênero narrativo, tal qual o conto, a crônica ou o diário, é importante elencar, no projeto de texto:

  • Personagens;
  • Tempo;
  • Espaço;
  • Resumo do enredo.

Por outro lado, caso seja necessário fazer algum texto argumentativo, como oartigo de opinião ou o editorial, vale a pena projetar os seguintes tópicos:

  • Tema;
  • Tese;
  • Argumentos.

Independentemente do gênero textual, é muito importante que as redações sejam projetadas antes de, efetivamente, serem escritas. Depois do projeto de texto, chega a hora de fazer um rascunho, transformando os tópicos do projeto em parágrafos completos, escrevendo em prosa aquelas ideias elencadas anteriormente.

Por fim, depois de projetar e rascunhar o texto, é o momento de passar o rascunho a limpo, revisando questões de ordem gramatical, como acentos, vírgulas ou ortografia. Escrevendo de acordo com esses três passos – projeto de texto, rascunho e revisão, com certeza seu texto será feito com muito mais facilidade.

Leia também: Os cinco erros mais comuns em uma redação

Como começar a redação do Enem

Assim como para os outros gêneros textuais, a redação do Enem também deve ser feita a partir de um projeto de texto. Entretanto, nesse tipo de produção textual, há algumas particularidades que devem ser atendidas.

Primeiramente, é necessário ler atentamente o tema proposto e, a partir dele, criar uma tese que será defendida durante o texto.

Tese é o ponto de vista do autor acerca do tema proposto.


Por exemplo, acerca do tema “A persistência da violência contra a mulher”, possíveis teses seriam “a violência contra a mulher persiste devido à manutenção da cultura de não envolvimento da sociedade em brigas conjugais” ou “a violência contra a mulher persiste, pois não há delegacias especializadas em crimes contra tal gênero suficientes no Brasil”. A tese, em geral, é apresentada no primeiro parágrafo do texto, na introdução.

Em segundo lugar, é necessário projetar quais serão os argumentos que comprovarão a tese citada na introdução.  Um argumento é formado por um fundamento (algum tipo de comprovação externa, como dados estatísticos, referências históricas, discursos de autoridade, teses filosóficas ou sociológicas etc.) e pela análise desse fundamento, relacionando-o diretamente à tese. Se a tese é, por exemplo, que a violência contra a mulher persiste, pois a sociedade não interfere em brigas conjugais, seria interessante buscar algum dado estatístico o qual comprove que muitas mulheres são violentadas por seus parceiros.

Por fim, a redação do Enem exige que o estudante apresente propostas de solução para os problemas desenvolvidos no texto. Essas soluções devem respeitar a Declaração Universal dos Direitos Humanos e serem sempre detalhadas e práticas. Portanto, caso o texto apresente o problema da violência conjugal contra a mulher, é necessário sugerir soluções que diminuam ou acabem com esse tipo de crime. Detalhar agentes, ações, meios e consequências das soluções é uma maneira prática de apresentar tais sugestões de intervenção.

Um exemplo seria “Os governos estaduais (agente) devem ampliar as delegacias da mulher (ação) por meio de maiores investimentos em estrutura e formação de policiais (meio) para que mulheres que sofrem violência doméstica tenham onde denunciar seus agressores (consequência).”

É importante ressaltar que a proposta de intervenção não tem obrigatoriedade de estar na conclusão, embora seja a principal escolha por parte dos estudantes e candidatos do Enem. O que é obrigatório na redação do Enem é a existência da proposta de intervenção e que ela seja muito bem desenvolvida. Já sua posição no corpo do texto é facultativa, varia conforme o projeto de texto de cada autor.

Saiba mais: Como evitar repetição de palavras?

Como começar a redação independentemente do tema?

A boa abordagem do assunto da redação é parte fundamental do texto. Entretanto, para além do aspecto temático, é importante estar atento para dois aspectos da produção de redações:

  • Aspectos linguísticos: é necessária muita atenção com a língua portuguesa na hora de escrever uma redação. Evitar erros ortográficos, de pontuação, de coesão e coerência, entre outros, é algo que ajuda muito no momento de produzir um bom texto.
  • Aspectos do gênero textual: cada gênero exigido nas propostas de redação tem suas especificidades. Saber quais são as características de cada um e deixar claro, no texto, que há o domínio dessas características transformará a produção em uma excelente redação.

Assuntos Relacionados