Dicas de redação

Lembrar-se sempre do leitor e não apelar para rebuscamentos e exageros linguísticos: essas são algumas dicas de redação que podem melhorar seu texto.

Dicas de redação
Quem quer escrever bem precisa, além de treino e dedicação, ler mais. A leitura é um ótimo exercício para entender o funcionamento da língua

Escrever bem ou não escrever bem: eis a questão. Esse dilema definitivamente não precisa fazer parte da sua vida. Escrever bem é uma questão de treino, dedicação e, convenhamos, algum talento. Mas se você não é lá muito habilidoso com as palavras, não se preocupe, pois existem algumas dicas de redação que podem ajudar você a organizar as ideias e transpô-las de maneira coesa e coerente para o papel. Que tal conferir as dicas que o Mundo Educação preparou para você?

Cinco dicas de redação

1ª Dica ⇒ Leia mais: Nossa primeira dica não poderia ser outra, afinal de contas, a leitura deve estar em primeiro lugar na lista de estudos de quem busca o aprimoramento da escrita. Leia com regularidade, não há exercício melhor para a compreensão do funcionamento da língua. A leitura pode te ajudar a incrementar seu vocabulário e te ensinar de maneira prática — sem que você precise decorar toda a gramática — as regras do português formal.

2ª Dica ⇒ Pense no leitor: Antes de começar a escrever, faça um exercício simples: pense no leitor. Como assim, pensar no leitor? É fácil, basta você considerar o tipo de público para o qual você vai escrever. Isso quer dizer que de nada adianta você falar sobre algo que não está ao alcance daquele que lê, ou pior, que não seja interessante para aquele que lê. Se você está escrevendo um texto para um leitor médio, o ideal é utilizar uma linguagem objetiva, livre de rebuscamentos, assim como não deve exagerar na simplicidade quando o leitor for mais experiente. Portanto, é fundamental adequar a escrita para que se cumpra a finalidade de todas as mensagens verbais ou não verbais: a comunicação.

3ª Dica ⇒ Não exagere: Assim como em tudo na vida, na hora de escrever, evite exageros. Lembre-se sempre da coerência e da coesão textual, essa última responsável por concatenar ideias da maneira mais sucinta possível e evitar termos desnecessários e a repetição de outros expressos anteriormente em seu texto. Evite adjetivações em excesso ou palavras pouco usuais, lembre-se de que seu leitor nem sempre tem todo o tempo do mundo para ler seu texto.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Ler mais, optar pela objetividade e pensar no leitor estão entre as nossas dicas de redação
Ler mais, optar pela objetividade e pensar no leitor estão entre as nossas dicas de redação

4ª Dica ⇒ Ideias precisam de começo, meio e fim: O que isso quer dizer? É simples, quer dizer que você precisa completar seus pensamentos, caso contrário, eles se transformarão em meras divagações, efeito indesejado nos textos não literários. Algumas pessoas, quando vão escrever, “andam em círculos”, não concluem o raciocínio e deixam a impressão no leitor de que nada daquilo que foi escrito fez sentido. Na oralidade é comum deixar alguma frase inacabada, contudo, existem recursos, como a entonação e a expressão facial, que facilitam o entendimento da mensagem. Já nos textos escritos, em que esses elementos inexistem, é essencial que você desenvolva as ideias, dando a elas começo, meio e fim.

5ª Dica ⇒ Terminou seu texto? Leia em voz alta: Esse é um recurso muito interessante e também muito produtivo! Muitas pessoas escrevem e sequer conferem aquilo que escreveram, um luxo que nem mesmo os grandes escritores se permitem. Não tenha vergonha de ler sua redação, pois quando você lê em voz alta, pode encontrar erros de concordância, palavras repetidas e, na pior das hipóteses, frases inteiras que não fazem a menor diferença para o produto final, que é o seu texto.

Claro que algumas pessoas têm maior facilidade para escrever, isso é inegável. Mas se engana quem acredita que escrever bem é apenas uma questão de vocação ou dom, pois geralmente quem escreve bem costuma ser um bom leitor. Não adianta aprender todas as técnicas de redação se você não entender que ler e escrever são exercícios indissociáveis por estarem intimamente relacionados. Quando lemos, percebemos o funcionamento da escrita e da língua, além de ampliarmos nossos horizontes e aumentarmos nossa bagagem cultural. Portanto, leia sempre e mais! Bons estudos!

Assuntos Relacionados