Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Redação
  3. Diferentes formas de linguagem
  4. Fatores de adequação linguística

Fatores de adequação linguística

A linguagem não é uniforme, sofrendo variação de acordo com o assunto, interlocutor, ambiente e intencionalidade – fatores que se referem à adequação linguística.

Durante muito tempo, buscou-se a uniformidade linguística, por isso, tudo o que fugia da gramática normativa era considerado erro. O objetivo era fazer com que a fala fosse transcrição fiel da escrita na norma padrão.  Atualmente, o foco não está mais no conceito de certo e errado, mas no de adequado e inadequado, porque se entende que a linguagem (processo de interação comunicativa) não é homogênea, logo haverá níveis de linguagensníveis de fala.

Os níveis de linguagem e de fala são determinados por alguns fatores, acompanhe-os a seguir:

  1. O interlocutor:

Os interlocutores (emissor e receptor) são parceiros na comunicação, por isso, esse é um dos fatores determinantes para a adequação linguística. O objetivo de toda comunicação é a busca pelo sentido, ou seja, precisa haver entendimento entre os interlocutores, caso contrário, não é possível dizer que houve comunicação. Por isso, considerar o interlocutor é fundamental. Por exemplo, um professor não pode usar a mesma linguagem com um aluno na faculdade e na alfabetização, logo, escolher a linguagem pensando em quem será o seu parceiro é um fator de adequação linguística.

  1. Ambiente:

A linguagem também é definida a partir do ambiente, por isso, é importante prestar atenção para não cometer inadequações. É impossível usar o mesmo tipo de linguagem entre amigos e em um ambiente corporativo (de trabalho); em um velório e em um campo de futebol; ou, ainda, na igreja e em uma festa.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)
  1. Assunto:

Semelhante à escolha da linguagem, está a escolha do assunto. É preciso adequar a linguagem ao que será dito, logo, não se convida para um chá de bebê da mesma maneira que se convida para uma missa de 7º dia.  Da mesma forma que não haverá igualdade entre um comentário de um falecimento e de um time de futebol que foi rebaixado.  É preciso ter bom senso no momento da escolha da linguagem, que deve ser usada de acordo com o assunto.

  1. Relação falante-ouvinte:

A presença ou ausência de intimidade entre os interlocutores é outro fator utilizado para a adequação linguística. Portanto, ao pedir uma informação a um estranho, é adequado que se utilize uma linguagem mais formal, enquanto para parabenizar a um amigo, a informalidade é o ideal.

  1. Intencionalidade (efeito pretendido):

Nenhum texto (oral ou escrito) é despretensioso, ou seja, sem pretensão, sem objetivo, todos são carregados de intenções.  E para cada intenção existe uma forma de linguagem que será compatível, por isso, as declarações de amor são feitas diferentes de uma solicitação de emprego. Há maneiras distintas para criticar, elogiar ou ironizar. É importante fazer essas considerações.

A linguagem, assim como a roupa, não pode ser a mesma em todos os momentos, por isso é importante atentar aos fatores de adequação linguística
A linguagem, assim como a roupa, não pode ser a mesma em todos os momentos, por isso é importante atentar aos fatores de adequação linguística
Publicado por: Mayra Gabriella de Rezende Pavan
Assista às nossas videoaulas

Assuntos Relacionados