Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Saúde e Bem-estar
  3. O que é quarentena?

O que é quarentena?

Quarentena diz respeito à reclusão de indivíduos sadios do convívio com outras pessoas quando possam ter sido expostas a agentes causadores de uma determinada doença. A quarentena humana geralmente é aplicada em casos de surtos epidêmicos e visa a garantir a proteção da sociedade como um todo. Assim sendo, trata-se de uma medida de saúde pública.

Vale destacar que algumas pessoas criticam a adoção de quarentenas, uma vez que o direito individual é sacrificado nessas situações. Além disso, questionam-se os problemas psicológicos que esse isolamento possa causar ao indivíduo e a real capacidade da quarentena de modificar o rumo de uma epidemia.

Leia também: As piores epidemias da história

Quando surgiu a prática da quarentena?

A quarentena não é uma prática recente, havendo vários relatos na história desse tipo de reclusão. Entretanto, não se sabe ao certo quando ela foi adotada pela primeira vez. Essa conduta está muito associada às pestes, como a peste negra, que se espalhou pela Europa durante o século 14. Nessa ocasião, em Veneza, os navios vindos de áreas contaminadas ancoravam, mas nenhuma pessoa podia desembarcar antes de 40 dias. Considerava-se que esse período era o necessário para que uma pessoa doente manifestasse os sintomas caso estivesse contaminada.

A quarentena é uma forma de impedir que grandes epidemias ocorram.
A quarentena é uma forma de impedir que grandes epidemias ocorram.

A quarentena é sempre de 40 dias?

Apesar do nome, quarentena não quer dizer uma reclusão de quarenta dias. De acordo com o Tesauro Eletrônico do Ministério da Saúde, a quarentena pode ser definida como:

“Isolamento de indivíduos ou animais sadios pelo período máximo de incubação da doença, contado a partir da data do último contato com um caso clínico ou portador, ou a partir da data em que esse comunicante sadio abandonou o local em que se encontrava a fonte de infecção.”.

Com essa definição, fica claro que o tempo de quarentena está relacionado com o tempo de incubação da doença, ou seja, o tempo compreendido entre a infecção e a manifestação dos sintomas.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Qual a função da quarentena?

A quarentena é uma medida de saúde pública para evitar que doenças se espalhem pela população. Como sabemos, essa prática envolve a reclusão de indivíduos que possam estar doentes, impedindo, desse modo, que eles se tornem uma fonte de contaminação. Além de evitar a propagação da doença, a adoção da quarentena é uma forma de tentar tranquilizar o restante da população.

Casos recentes em que a quarentena foi adotada

A quarentena é adotada, geralmente, em casos de doenças graves e com grande transmissibilidade, não sendo uma prática adotada para qualquer enfermidade. Vamos destacar dois casos recentes em que a quarentena foi adotada.

  • Quarentena imposta à Mongólia em razão da peste bubônica

Em maio de 2019, as fronteiras da cidade de Ölgiy, na Mongólia, foram fechadas após a notícia de que duas mortes ocorreram em consequência da peste bubônica, também conhecida como peste negra. Um homem de 38 anos e sua esposa, de 37 anos e que estava grávida, morreram após ingerir carne de marmota. Em razão da gravidade da doença e por ser altamente contagiosa, a cidade ficou isolada e nem mesmo turistas puderam sair do local.

  • Quarentena imposta à Wuhan em decorrência do coronavírus

No final de 2019, a cidade de Wuhan registrou casos de uma doença que causava pneumonia grave. Em janeiro de 2020, foi identificado o causador da doença: um vírus que ficou conhecido popularmente como novo coronavírus. De alta letalidade, o vírus espalhou-se rapidamente, causando temor por todo o mundo.

A cidade de Wuhan foi submetida a uma quarentena para evitar a propagação do novo coronavírus.
A cidade de Wuhan foi submetida a uma quarentena para evitar a propagação do novo coronavírus.

No dia 23 de janeiro, a cidade de Wuhan foi submetida a uma quarentena. Alguns países, no entanto, montaram operações para retirar seus cidadãos da China e levá-los de volta aos seus países de origem. Essas pessoas, no entanto, ao chegarem nos seus próprios países, tiveram que ser submetidas a uma nova quarentena. Vale destacar que cada país apresenta uma estratégia diferente para lidar com casos como esse.

Até o dia 6 de fevereiro de 2020, o novo coronavírus já havia provocado 564 mortes na China e 1 morte nas Filipinas. Além das mortes, 28.060 casos foram confirmados na China e mais de 200 casos foram confirmados em outros 24 países. Até a data, o Brasil não apresentava casos confirmados da doença. Para saber mais, leia: Coronavírus – o que é, causas, sintomas, riscos.

Publicado por: Vanessa Sardinha dos Santos

Assuntos Relacionados