Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Saúde e Bem-estar
  3. O uso do boldo

O uso do boldo

O boldo é uma planta utilizada na medicina popular para problemas relacionados ao estômago e ao fígado.

O uso do boldo
O boldo-do-chile é uma planta medicinal

Frequentemente ouvimos alguém dizer que uma determinada planta pode ser usada como remédio e que, por ser um produto natural, não possui contraindicações. Entretanto, isso não é bem verdade. Sabemos que diversas plantas possuem sim substâncias que podem fazer bem à nossa saúde, porém o uso em excesso ou a falta de conhecimento a respeito das características morfológicas da planta, dificultando sua identificação, podem levar a sérios riscos.

O boldo é uma planta muito usada em todo o mundo na medicina popular como remédio contra má digestão e doenças no fígado. É frequentemente indicada para pessoas que ingerem bebidas alcoólicas em grande quantidade. A ação do boldo é comprovada e acredita-se que a substância responsável pelos seus benefícios é o alcaloide boldina. Além da presença desse alcaloide, as folhas apresentam taninos, óleos essenciais e flavonoides.

Os benefícios do boldo são geralmente relacionados com a espécie Peumus boldus, uma Monimiaceae endêmica do Chile, popularmente chamada de boldo-do-chile. Ela não é vista crescendo naturalmente no Brasil, mas seus subprodutos são encontrados em farmácia. Frequentemente são utilizadas outras espécies de boldo brasileiras como medicinais, porém estudos comprovam que a maioria das espécies utilizadas pode causar irritação gástrica e problemas na gestação.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

O boldo-do-chile tem ação colerética (estimula a produção da bile), colagoga (estimula a secreção da bile para o duodeno) e diurética, além do efeito hepatoprotetor, anti-inflamatório e antioxidante.

No entanto, a mesma substância que tem ação favorável pode causar riscos à saúde. Estudos comprovam que o chá de boldo em grandes quantidades pode apresentar certa hepatotoxicidade. Além disso, foi comprovado também o seu efeito teratogênico, ou seja, ele causa má formação do feto. O uso de boldo por grávidas também pode levar ao aborto. Vale destacar também que sua ingestão não é recomendada juntamente a anticoagulantes, pois a boldina causa inibição da agregação das plaquetas.

As plantas medicinais são frequentemente usadas sem nenhuma indicação, lembre-se de que o uso incorreto ou em excesso pode causar sérios riscos e danos à saúde. O melhor é procurar seu médico sempre!

Assuntos Relacionados