Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Saúde e Bem-estar
  3. Propriedades do quiabo

Propriedades do quiabo

O quiabo é um fruto muito conhecido na culinária típica e apresenta grande quantidade de vitaminas e cálcio.

Propriedades do quiabo
O quiabo é um fruto rico em vitaminas A, C, B1 e cálcio

O quiabeiro (Abelmoschus esculentus) é uma planta da família Malvaceae, que provavelmente foi introduzida no Brasil pelos escravos. Ele é um arbusto que pode atingir cerca de três metros de altura, medida que varia de acordo com a variedade, e sobrevive melhor em temperaturas que variam entre 22 e 25°C, não apresentando boa produtividade em temperaturas muito baixas ou muito altas.

A planta é muito conhecida pelo seu fruto, o quiabo, que é usado na culinária por várias pessoas para a realização, principalmente, de pratos típicos regionais. Entretanto, apesar de ser amplamente utilizado, ele nem sempre é apreciado, principalmente em razão da produção de uma “baba” característica que lhe dá um aspecto nada agradável.

O fruto é cilíndrico, com aproximadamente dez centímetros de comprimento, e apresenta coloração verde intensa. Em seu interior são encontradas várias sementes de colocação esbranquiçada e de formato arredondado. O produtor deve ficar atento à colheita, uma vez que, se não coletado no momento certo, ele torna-se duro e fibroso. Normalmente a colheita é iniciada com 60 a 80 dias após o momento do plantio.

O quiabo é uma grande fonte de vitaminas, principalmente a A, C e B1. Também se destaca por possuir cálcio, que possui papel importante no fortalecimento dos nossos ossos. Existem relatos na literatura de pacientes que se alimentaram desse fruto e tiveram melhoras em problemas como colesterol, refluxo, úlcera e asma. Nesse último caso, o benefício está associado ao elevado teor de vitamina C. Popularmente, o quiabo também é usado no tratamento de depressão e ansiedade.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Em razão da quantidade de fibras presente no fruto, ele também é indicado no combate à aterosclerose, pois diminui os riscos de derrame e ataques cardíacos. As fibras também ajudam no funcionamento do intestino e previnem o câncer nesse órgão.

É importante ressaltar que não existem relatos na literatura que indiquem efeitos colaterais relacionados com o uso da planta. Sendo assim, ela pode ser incluída normalmente na alimentação.

IMPORTANTE!!! Recentemente várias notícias circularam na internet a respeito do uso do quiabo para curar a diabetes. Entretanto, é extremamente importante destacar que não existe nenhuma evidência científica de que a cura para a doença possa ser conseguida através desse fruto. É fundamental que os diabéticos continuem utilizando normalmente seus remédios e sigam as orientações dadas pelo médico. Clique aqui e veja o posicionamento da Sociedade Brasileira de Diabetes sobre o tema.

Assuntos Relacionados