Saburra lingual

A saburra lingual é uma espécie de tapete esbranquiçado que se forma na língua e está amplamente relacionada com o problema de mau hálito.

A saburra lingual é um material viscoso que fica localizado na superfície da língua. A formação desse material é um fenômeno normal, porém sua permanência, não, e pode desencadear mau hálito e até mesmo outros problemas de saúde.

De que é formada a saburra lingual?

A saburra lingual é uma massa esbranquiçada ou amarelada que fica geralmente aderida no dorso da língua. Esse material, que forma uma espécie de tapete sobre a língua, é composto por uma série de componentes, destacando-se células epiteliais, leucócitos, restos alimentares e bactérias.

Como a saburra lingual é formada?

A saburra lingual forma-se normalmente na língua e permanece, geralmente, em decorrência de higienização incorreta e ineficiente da boca. Muitas pessoas dão atenção aos dentes e gengivas e preocupam-se pouco com a língua, a qual possui uma anatomia que favorece a formação da saburra.

Alguns fatores podem desencadear um aumento de saburra. Condições como estresse e depressão relacionam-se com o problema, além de jejum prolongado e alimentação rica em alimentos pastosos. O acúmulo de saburra é aumentado também em línguas que possuem papilas gustavas elevadas e fissuras, bem como em pacientes que apresentam língua geográfica.

A saburra lingual pode causar danos à saúde?

Um dos principais problemas da saburra lingual é o mau hálito, já que é considerada a fonte primária do mau cheiro. Outro problema relacionado com a saburra lingual é a disseminação de bactérias para outras partes do corpo. A proximidade da língua com a orofaringe permite que os micro-organismos ali presentes sejam aspirados. Outro problema pode ser percebido em pessoas que são entubadas. Nesse processo, bactérias podem ser levadas para o pulmão.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

A saburra pode ser evitada de que forma?

A saburra pode ser evitada com medidas bastantes simples, como beber muita água, reduzir o estresse e diminuir o consumo de alimentos pastosos. Além disso, é fundamental consultar regularmente um dentista e fazer a limpeza adequada da língua.

Para isso, é imprescindível o uso de limpadores ou raspadores de língua, raspando a língua no sentido do fundo até a ponta, por várias vezes, e jogando o conteúdo raspado fora. Em toda escovação, deve-se realizar a limpeza das línguas.

Apesar de serem muito eficientes, os limpadores de língua podem virar um problema quando não usados corretamente. Ao usar de maneira inadequada, a pessoa pode lesionar a língua, causando descamação e levando ao surgimento de escoriações. Lesionada, a língua pode causar um aumento no mau hálito, além de dificultar a alimentação por conta do aumento da sensibilidade.

Fazer uma limpeza adequada da língua é fundamental para evitar o mau hálito
Fazer uma limpeza adequada da língua é fundamental para evitar o mau hálito
Publicado por: Vanessa Sardinha dos Santos

Assuntos Relacionados