Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Saúde e Bem-estar
  3. TPM – Tensão Pré-Menstrual

TPM – Tensão Pré-Menstrual

A TPM, síndrome que afeta consideravelmente a vida da mulher, pode desencadear depressão, irritabilidade, dores nas mamas e na cabeça, inchaço e ganho de peso.

TPM – Tensão Pré-Menstrual
A TPM pode ocasionar dores de cabeça e irritabilidade

A TPM (Tensão Pré-Menstrual) é um problema conhecido por muitas mulheres. Ela caracteriza-se por sintomas como depressão, irritabilidade, fadiga, dores de cabeça e nas mamas, inchaço, aumento de peso e acnes, que surgem de maneira cíclica na viada da mulher. Por envolver condições físicas e psíquicas, a TPM é considerada uma síndrome com vários sintomas distintos.

Quando a TPM ocorre?

Os sintomas da TPM surgem após a ovulação, observando-se maior intensidade nos seis dias anteriores à menstruação. Esses sintomas são cíclicos, ou seja, eles ocorrem mensalmente e cessam no início do fluxo menstrual.

Todas as mulheres apresentam os mesmos sintomas?

Como dito anteriormente, os sintomas da TPM são físicos e psicológicos, e os mais comuns são: aumento das mamas e sensibilidade nesses órgãos, inchaço, dores de cabeça e nas pernas, acne, ansiedade, depressão, variações de humor, alteração do apetite, fadiga e até mesmo depreciação da autoimagem. Esses sintomas, no entanto, são diferentes para cada mulher, variando na intensidade e nos tipos apresentados. É importante salientar que essas alterações cíclicas afetam a qualidade de vida da pessoa em vários aspectos, interferindo nas relações interpessoais e também levando à baixa produtividade do trabalho.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

De acordo com as manifestações clínicas, podemos classificar a TPM em quatro grupos:

  • A – Nesse grupo, a mulher sofre mais com ansiedade, tensão nervosa e irritabilidade.

  • H – Nesse grupo, são verificados um aumento do inchaço, dores nas mamas e abdominais e aumento de peso.

  • C – Nesse grupo, ocorrem dores de cabeça, tremores, fadiga, palpitação e aumento de apetite.

  • D – Esse grupo se destaca pelo quadro depressivo.

Existe predisposição para TPM?

Algumas mulheres apresentam predisposição para TPM, e entre os principais fatores que aumentam os riscos de desenvolver essa síndrome, podemos citar:

É possível tratar a TPM?

A TPM apresenta, sim, tratamento, sendo o principal deles a mudança no estilo de vida. Alimentar-se de forma adequada e realizar exercícios físicos regularmente podem reduzir os sintomas do problema. A Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia orienta que a redução do consumo de cafeína, sal, açúcar, gorduras e bebidas alcoólicas, evitar cigarros, dormir bem e fazer exercícios podem tornar mais suaves os sintomas da TPM. Em alguns casos, medicamentos podem ser utilizados.

Assuntos Relacionados