Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Saúde e Bem-estar
  3. Vacinação contra HPV

Vacinação contra HPV

A vacinação contra HPV é uma importante arma na redução dos casos de câncer do colo de útero no Brasil.

Vacinação contra HPV
A vacina contra HPV será oferecida pelo SUS inicialmente para meninas de 11 a 13 anos de idade

HPV é uma sigla em inglês para denominar o papilomavírus humano, um vírus que infecta pele e mucosas do nosso corpo. Existem aproximadamente 200 tipos diferentes desse vírus, sendo que cerca de 15 tipos são considerados possíveis causadores de câncer do colo do útero. Estima-se que, em aproximadamente 98% dos casos desse tipo de câncer, um desses vírus esteja presente.

No nosso país, o câncer do colo do útero é o segundo tipo mais comum entre as mulheres, estando atrás apenas do câncer de mama. Esse tipo de tumor é, portanto, considerado um grave problema de saúde pública, principalmente em locais onde as mulheres possuem um menor acesso aos exames preventivos. O papanicolau é o exame que permite diagnosticar as lesões que poderão originar o câncer do colo do útero e até mesmo o próprio tumor. É recomendável que a mulher realize esse exame anualmente, mas após dois resultados negativos, ele deverá ser realizado a cada três anos.

Além do câncer, o HPV está relacionado com o surgimento de verrugas genitais, comumente chamadas de condiloma acuminado. As lesões assemelham-se a um couve-flor e estão localizadas normalmente na região da vagina, vulva, ânus, na glande do pênis e bolsa escrotal.

Em virtude da grande quantidade de pessoas que são infectadas todos anos pelo HPV, surgiu-se a necessidade da inclusão da vacina contra o vírus no calendário de vacinação brasileiro. A partir do dia 10 de março de 2014, o SUS disponibilizará vacinas para meninas de 11 a 13 anos de idade. A partir de 2015, o público-alvo será de 9 a 11 anos. Em 2016, a vacina passará a ser aplicada apenas em meninas de 9 anos.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

A vacina será disponibilizada para meninas nessa faixa etária, pois, nessa idade, a grande maioria ainda não teve sua primeira relação sexual e, consequentemente, não teve contato com o vírus.

A vacina disponibilizada pelo SUS é a quadrivalente, que protege contra os quatro tipos principais de HPV: 6, 11, 16 e 18. Os tipos 6 e 11 estão relacionados com o surgimento de verrugas genitais, enquanto os tipos 16 e 18 estão relacionados com o câncer de colo do útero.

Cada menina deverá tomar três doses, sendo que o esquema de vacinação que será oferecido pelo SUS difere do oferecido por clínicas particulares que comercializam a vacina. Observe abaixo como serão oferecidas as doses do SUS e como elas são realizadas nas clínicas:

Observe que o esquema de imunização só é finalizado no SUS após 5 anos da primeira dose
Observe que o esquema de imunização só é finalizado no SUS após 5 anos da primeira dose

É importante destacar que o HPV é um vírus transmitido principalmente por relação sexual desprotegida, sendo assim, ainda é essencial o uso de camisinha em toda e qualquer relação sexual. Além disso, é fundamental que toda mulher, após o início das relações sexuais, procure um médico ginecologista para um exame de prevenção.

Assuntos Relacionados